Daily Archives: 30 de Abril de 2013

Dois poetas de dois mundos – A poesia de Jaime Rocha e M. Parissy

folhetomparisy3Dia 2 de Maio, às 16h00, no museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira

Jaime Rocha é um poeta português mais conhecido pela sua actividade como dramaturgo e romancista.

É autor de 15 peças levadas à cena em Portugal e no estrangeiro, entre as quais se destacam “Homem Branco Homem Negro”, “Seis Mulheres Sob Esc

uta” e “O Terceiro Andar”, obras que ganharam distintos prémios literários. A sua obra poética está publicada em mais de uma dezena de livros. Jaime Rocha é um poeta cuja linguagem obedece a referências culturais que desarmam os leitores menos informados. Em Portugal há muitos poetas com obra publicada que não conseguem ler a poesia de Jaime Rocha (pseudónimo do jornalista reformado, Rui Ferreira e Sousa), editada pela Relógio D’Água e que ganhou recentemente o prémio do Pen Clube.

M. Parissy é nome de poeta que esconde o de um outro jornalista (Mário Galego) mas ainda no activo na redacção da Antena 1. A sua poesia contrasta em quase tudo com a de Jaime Rocha. É um poeta de editoras marginais e de uma obra muito distinta que remete para a aventura da linguagem sem obedecer a escolas ou grupos. Tem publicado, entre outros, os livros “Corpo Indómito”, “Dublin e Tu”, “Morte Com Dedos Em Ferida” e “Mãos de Arquipélago”.