Monthly Archives: Maio 2011

Suplementos Férias e Ensino no próximo mês de Junho (26-05-2011)

Nos próximos dois meses O MIRANTE vai publicar cerca de duas dezenas de suplementos sobre os temas mais diversos

Um suplemento dedicado
às Férias com a colaboração de várias empresas que trabalham na região do Ribatejo, vai ser publicado na próximo mês de Junho.
Um suplemento sobre o Ensino na região do Ribatejo, com a participação das diversas instituições de ensino público, privado, secundário, preparatório, profissional e superior é o grande suplemento do mês de Junho em O MIRANTE.
A redacção de O MIRANTE e o seu departamento comercial, em colaboração com a empresa Terra Branca, está a trabalhar ainda num especial sobre Férias. Ainda no mês de Junho dedicaremos um especial à restauração dando a palavra e a imagem a alguns dos melhores restaurantes da nossa região, uma das mais ricas em tradições gastronómicas.
Apesar da Feira da Agricultura já não ser o que era antes, e a tradição estar pela hora da morte, O MIRANTE vai recordar num suplemento sobre a edição 2011 da Feira da Agricultura o que foi e ainda é a Feira do Ribatejo que teve em Celestino Graça, Homem de boa memória, o seu grande obreiro e divulgador.
Festa do Bodo, que se realiza bianualmente em Azinhaga, terra de José Saramago, vai ser também tema para um especial que tem data marcada para alguns dias antes do início da festa que junta todos os habitantes da aldeia que é uma das mais tradicionais do mundo rural ribatejano.
As festas de Abrantes, da Barquinha, de Almeirim e do Forte da Casa são também temas para edições especiais durante o mês de Junho.

Distribuição de O MIRANTE pela Post Contacto
Vão ser distribuídos esta semana pela Empresa Post Contacto mais alguns códigos postais 2600, no concelho de Vila Franca Xira, a exemplo do que tem vindo a acontecer noutros concelhos.
Agradecemos aos nossos assinantes, que nos dêem informações sobre a qualidade do trabalho de distribuição, nomeadamente os dias de entrega, ligando para o 243 305 080 ou escrevendo para assinaturas@omirante.pt.

Anúncios

Venda por assinaturas está agora mais facilitada com a distribuição da Postcontacto e a saída gradual do Porte Pago (12-04-2011)

O MIRANTE reforça liderança na região de Lisboa e Vale do Tejo

O MIRANTE sempre dedicou especial atenção à venda por assinatura. Desde a data da sua fundação que fizemos da distribuição por assinatura o nosso principal meio de distribuição de forma a chegarmos aos leitores mais exigentes e, por isso, mais fiéis a um contrato.
Com o fim anunciado do Porte Pago, uma forma do Governo subsidiar a distribuição dos jornais, O MIRANTE começou há cerca de três anos a procurar novas formas de distribuição que nos garantam a continuação desta relação fiel com os assinantes e também com todos aqueles que, não querendo assumir um contrato, gostam de nos ler regularmente.
A mudança impunha-se por uma questão de preços. A nossa política sempre foi manter um preço de assinatura que pague apenas os custos do jornal e para isso precisávamos de sair dos CTT que, confortados com o protocolo com o Estado, não aceitam renegociar tarifas com os jornais que querem sair do sistema como é o caso de O MIRANTE.
A VASP garante a entrega todas as semanas, à quinta-feira logo pela manhã, em cerca de 350 postos de venda de Abrantes a Vila Franca de Xira. São mais de seis mil jornais em banca a juntar aos cerca de 23 mil que entregamos nas caixas do correio. Ao sábado, para reforçarmos o prestígio do nosso trabalho e do jornalismo de proximidade que nos diferencia de todos os jornais da região de Lisboa e Vale do Tejo, somos distribuídos com o semanário Expresso numa parceria que nos faz chegar a muitos leitores que de outra forma não tinham acesso ao jornal. Com todas estas formas de distribuição atingimos tiragens que ultrapassam em muitos números as dos jornais de divulgação nacional.
Esta semana vão ser distribuídos pela empresa Postcontcato, os códigos postais 4000 e 5000 (Porto, Barcelos, Valença do Minho até Vila Real) e os códigos postais 7000 e 8000 (Évora, Beja, Estremoz, Portimão, Albufeira e Lagos ), a exemplo do que já acontece noutros concelhos. Agradecemos aos assinantes que nos dêem informações sobre a qualidade do trabalho de distribuição, nomeadamente os dias de entrega, ligando para o 243 305 080 ou escrevendo paraassinaturas@omirante.pt.

Feira de Maio na Azambuja
O MIRANTE vai publicar na próxima edição um especial dedicado à Feira de Maio na Azambuja. Considerada uma das feiras mais castiças da região a Feira de Maio é pelo menos a que atrai mais juventude e aquela onde a tradição ainda é o que era com as ruas mais antigas da vila a servirem de cenário às largadas e ao encontro de milhares de pessoas.
Com a publicação de um especial O MIRANTE associa-se à festa e às tradições da vila da Azambuja.

“Saúde e Bem Estar” é o primeiro suplemento de O MIRANTE do mês de Maio

Um suplemento sobre Saúde com a colaboração de vários profissionais da área da saúde, que trabalham na região do Ribatejo, vai ser publicado na próxima edição de O MIRANTE e será o primeiro de quase duas dezenas que publicaremos durante os meses de Maio e Junho.
Um suplemento sobre o Ensino na região do Ribatejo, com a participação das diversas instituições de ensino público, privado, secundário, preparatório, profissional e superior, é o grande suplemento do mês de Junho em O MIRANTE.
A redacção de O MIRANTE e o seu departamento comercial, em colaboração com a empresa Terra Branca, está a trabalhar ainda num especial sobre Férias e no suplemento dedicado à feira de Maio na Azambuja, e Ascensão, na Chamusca. Ainda no mês de Maio dedicaremos um especial à restauração dando a palavra e a imagem a alguns dos melhores restaurantes da nossa região, uma das mais ricas em tradições gastronómicas.
Apesar da Feira da Agricultura já não ser o que era dantes, e a tradição estar pela hora da morte, O MIRANTE vai recordar num suplemento sobre a edição 2011 da Feira da Agricultura o que foi e ainda é a Feira do Ribatejo que teve em Celestino Graça, Homem de boa memória, o seu grande obreiro e divulgador.
Festa do Bodo, que se realiza bianualmente em Azinhaga, terra de José Saramago, vai ser também tema para um especial que tem data marcada para alguns dias antes do início da festa que junta todos os habitantes da aldeia que é uma das mais tradicionais do mundo rural ribatejano.
As festas de Abrantes, da Barquinha, de Almeirim e do Forte da Casa são também temas para edições especiais durante Maio e Junho.

Distribuição de O MIRANTE pela Pos Contacto
A distribuição de O MIRANTE ao nível das assinaturas está a ser feira a quase noventa por cento pela empresa Pos Contacto. Esta semana a distribuição pela Pos Contacto incluirá os códigos postais 3000 (Coimbra, Viseu e Ovar) e os códigos Postais 6000 (Mação, Castelo Branco e Guarda). Apesar de serem concelhos onde não temos um número significativo de assinantes fica o apelo do costume: agradecemos que nos dêem informações sobre a qualidade do trabalho de distribuição, nomeadamente os dias de entrega, ligando para o 243 305 080 ou escrevendo para assinaturas@omirante.pt

Pagamento de Assinaturas
Os assinantes que receberam carta para regularização da assinatura referente ao primeiro trimestre de 2011 têm ainda mais 10 dias para efectuarem o pagamento. O prazo expirou no dia 15 de Abril mas por razões no atraso de algum correio resolvemos protelar por mais uns dias o prazo para o pagamento. Com o pagamento de dois anos terão a oferta de um livro ou de uma t-shirt.

O MIRANTE tem novas formas de interagir com os assinantes para pagamento das assinaturas (21-04-2011)

A administração de O MIRANTE criou finalmente condições para a cobrança das assinaturas de forma mais fácil e acessível para todos os leitores fiéis à modalidade da assinatura. Agora o pagamento pode ser feito por multibanco, payshop, por uma simples transferência bancária ou directamente nos cerca de trinta quiosques da região que vêm anunciados nas páginas de classificados do Caderno de Economia, suplemento semanal das três edições de O MIRANTE.

Com a saída do sistema do Porte Pago O MIRANTE pode agora implementar novas regras no pagamento da assinatura e proporcionar a todos os leitores vantagens nos prazos de pagamento e ofertas no caso de aceitarem renovar por mais de um ano. Temos para oferecer T- Shirtes e livros edição de O MIRANTE de um vasto conjunto de autores que temos vindos a publicar ao longo dos anos. Nesta altura o livro de poesia de José Niza continua a ser o preferido dos leitores que renovam com o objectivo de obterem a oferta.

O MIRANTE fez um contrato de distribuição com a empresa Pos Contacto que, sendo do grupo dos CTT, é garantia de que poderemos continuar a contar com a entrega do jornal a tempo e horas. O serviço já está a funcionar sem problemas na maioria dos concelho da região mas sabemos que ainda existem problemas em algumas zonas mais problemáticas e onde nem sempre existem números de porta. Se o jornal não chega a sua casa entre quinta e sexta-feira colabore connosco para podermos exigir um melhor serviço á empresa que nos presta o serviço.  

Pagamentos das assinaturas em atraso do primeiro trimestre de 2011
Esta semana começaram a chegar aos nossos assinantes os recibos referentes às assinaturas que se renovaram nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março. Com o pagamento de dois anos de assinatura os assinantes terão direito à oferta de um livro ou uma T- Shirt.  Uma alternativa às formas tradicionais de pagamento são os cerca de 30 postos de venda de O MIRANTE espalhados pela região onde para além do pagamento da assinatura poderá anunciar no caderno principal ou de Economia onde inserimos os anúncios Classificados que são o melhor meio de informação da região de Lisboa e Vale do Tejo relativamente a Serviços.


Suplementos de Maio a Junho já estão definidos

Nas próximas semanas o MIRANTE vai publicar suplementos sobre a feira do vinho do Cartaxo o dia da mãe e um especial sobre saúde a publicar na edição do dia 12 de Maio.

Ainda em Maio teremos suplemento sobre a feira de Maio, na Azambuja, uma feira com muita tradição na região. Na mesma edição de 19 de Maio publicaremos um suplemento de férias. Na edição de 26 de Maio a Quinta-feira de Ascensão na Chamusca será pretexto para um suplemento onde é habitual termos representados todas as forças viúvas do concelho. Em Junho, o mês das festas, o suplemento da primeira edição do mês será o da Feira da Agricultura/ Feira do Ribatejo. Mais para o final do mês teremos o Suplemento dedicado à Festa do Colete Encarnado


O MIRANTE reforça liderança na região de Lisboa e Vale do Tejo Venda por assinaturas está agora mais facilitada com a distribuição da Postcontacto e a saída gradual do Porte Pago (14/04/2011)

O MIRANTE reforça liderança na região de Lisboa e Vale do Tejo
Venda por assinaturas está agora mais facilitada com a distribuição da Postcontacto e a saída gradual do Porte Pago

O MIRANTE sempre dedicou especial atenção à venda por assinatura. Desde a data da sua fundação que fizemos da distribuição por assinatura o nosso principal meio de distribuição de forma a chegarmos aos leitores mais exigentes e, por isso, mais fiéis a um contrato.
Com o fim anunciado do Porte Pago, uma forma do Governo subsidiar a distribuição dos jornais, O MIRANTE começou há cerca de três anos a procurar novas formas de distribuição que nos garantam a continuação desta relação fiel com os assinantes e também com todos aqueles que, não querendo assumir um contrato, gostam de nos ler regularmente.
A mudança impunha-se por uma questão de preços. A nossa poltica de sempre foi manter um preço de assinatura que pague apenas os custos do jornal e para isso precisávamos de sair dos CTT que, confortados com o protocolo com o Estado, não aceitam renegociar tarifas com os jornais que querem sair do sistema como é o caso de O MIRANTE.
A VASP garante a entrega todas as semanas, à quinta-feira logo pela manhã, em cerca de 350 postos de venda de Abrantes a Vila Franca de Xira. São mais de seis mil jornais em banca a juntar aos cerca de 23 mil que entregamos nas caixas do correio. Ao sábado, para reforçarmos o prestígio do nosso trabalho e do jornalismo de proximidade que nos diferencia de todos os jornais da região de Lisboa e Vale do Tejo, somos distribuídos com o semanário Expresso numa parceria que nos faz chegar a muitos leitores que de outra forma não tinham acesso ao jornal. Com todos estas formas de distribuição atingimos tiragens que ultrapassam em muitos números as dos jornais de divulgação nacional.

Distribuição de O MIRANTE pelos assinantes
O MIRANTE está a abandonar gradualmente a distribuição das assinaturas pelos CTT e ao mesmo tempo o sistema do Porte Pago implementado pelo Governo. Apesar da perda de regalias ao nível estatal, já que perdemos o subsidio para o Porte Pago,  O MIRANTE ganhou autonomia para poder cobrar as assinaturas com prazos mais dilatados e praticar preços mais baixos.
O Governo implementou um preço mínimo de assinatura e o pagamento à cabeça o que contraria uma verdadeira política de apoio à comunicação social regional. A medida pode servir para os jornais que têm tiragens de quinhentos ou mil exemplares, como acontece com a generalidade dos jornais da imprensa local, mas limita as empresas editoras como O MIRANTE que tem que gerir tiragens superiores a trinta mil exemplares e um programa de assinantes distribuído pelos 23 concelhos da região, de Mação a Vila Franca de Xira, embora tenhamos leitores em todos os quatro cantos do mundo.
A Pos Contacto é a empresa que distribui O MIRANTE. Se o jornal não chega a sua casa entre quinta e sexta-feira colabore connosco para podermos exigir um melhor serviço ao assinante.

Pagamentos das assinaturas em atraso do primeiro trimestre de 2011
Esta semana começam a chegar aos nossos assinantes para pagamento via CTT, Multibanco ou Payshop, os recibos referentes às assinaturas que se renovaram nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março. Com o pagamento de dois anos de assinatura os nossos assinantes terão direito à oferta de um livro ou uma T- Shirt.  Uma alternativa às formas tradicionais de pagamento são os cerca de 30 postos de venda de O MIRANTE espalhados pela região onde para além do pagamento da assinatura poderá anunciar no caderno principal ou de Economia onde inserimos os anúncios Classificados que são o melhor meio de informação da região de Lisboa e Vale do Tejo relativamente a Serviços.